Prefácio sobre o vídeo:

Durante uma transição, ou um contra-ataque, pode ser cometida, perto da linha central, uma falta pessoal sobre um jogador que não está no ato de arremesso.

Se a equipe infratora não está na situação de penalidade de falta por equipe, o jogo será reiniciado com uma reposição pela outra equipe no local mais próximo a infração.

Torna-se importante determinar exatamente aonde a falta foi cometida, e o subsequente local de reposição que, lembrando para todos, determina o eventual reajuste do aparelho de 14/24 segundos. (Livro das Regras Art. 29.2.1).

 

O que aconteceu:

O jogador 31C (celeste) intercepta a bola na sua própria quadra de defesa e parte pelo contra-ataque driblando.

No momento que ele está passando a linha central sofre uma falta (pessoal) pelo adversário 44A (amarelo). O Árbitro (central) apita a falta  e vai  fazer suas sinalizações para mesa.

O Oficial de mesa informa que foi solicitado um de desconto de  tempo,  e as equipes vão aos seus respectivos bancos.

O Árbitro que apitou a falta indica aos colegas que a reposição da bola acontecerá na quadra de ataque da equipe celeste.

O aparelho de 14/24 segundos (sobreposto no vídeo)  indica 23“.

Pelas Regras do jogo tudo foi correto:  falta na quadra de ataque, reposição da bola na linha lateral da mesma quadra e  aparelho 14/24 segundos parado e não reajustado.

Detalhes:

Analisamos o vídeo com mais atenção e, possivelmente, por cada imagem.

O jogador 31C intercepto a bola na sua quadra defensiva, mais ou menos na altura do semicírculo (aproximadamente a  2m da linha de fundo).

Entre o momento que ele assume o controle da bola e até o Árbitro apitar a falta: o jogador dribla, a bola bate 5  vezes no piso,  e nessa ação o  tempo de jogo gasto é, aproximadamente, de 4 segundos.

O contato entre os jogadores (31C e 44A) começa quando o atleta 31C ainda não tem passado completamente a linha central e subsequentemente a bola ainda não chegou na quadra de ataque. (Livros das Regras 30.1.1)

Obviamente pela velocidade da ação do jogo, no momento do som do apito do Arbitro ambos o jogadores estão além da linha central.

O acontecido foi uma situação complicada (pela velocidade) e localizada na linha central que é o limite das quadras (ataque/defesa): por isso qualquer interpretação do lugar aonde aconteceu a falta (no ataque ou na defesa??) nunca pode ser é considerada um erro do Árbitro.

Mas ainda temos uma outra situação para analisar: o trabalho do Operador do aparelho 14/24 segundos.

Focando nossa atenção nas sobreposições no vídeo (cronometragem do  jogo e andamento do aparelho 14/24 segundos)  vemos um atraso no reajuste do aparelho de 14/24 segundos referido ao momento que o jogador 31C assume o controle da bola.

O atraso no reajuste pode ser consequência de um funcionamento defeituoso do aparelho ou de uma distração, ou lentidão, do operador.

Se do acima referido atraso alguém da Equipe de Arbitragem estava ciente, por consequência do local de reposição da bola definido pelo Árbitro (ataque), o aparelho de 14/24 segundos precisava ser reajustado para 20“.

Claramente acreditamos pela boa fé da Equipe de Arbitragem.

Dicas e Orientações aos Oficiais de Arbitragem:

Esse tipo de situação precisa muita atenção pela Equipe de Arbitragem.

No momento do apito (jogo parado), é necessário focalizar a atenção no display (cronometro e aparelho 14/24) lembrando também como foi  o  desenvolvimento da ação de jogo.

Tudo isso  antes de fazer a bola viva pela reposição.

Pergunta: quem da Equipe deveria fazer isso?

Resposta:  O membro que foi escolhido pela Equipe de Arbitragem antes do jogo (Colóquio  Pré Jogo, assunto: situações especiais).

Considerações:

A visão superficial desse vídeo poderia deixar intender que o treinamento n. 1  seria de pouca importância e consistência, mas, depois a analise mais profunda, foi mostrada  a presencia de mais assuntos para tratar, gerando oportunidade de treino por lembrar, discutir e esclarecer de mais Regras  e da atuação da Equipe de Arbitragem.

Conclusões:

A esperança é que todos aqueles que têm visto esse vídeo questionário, irão desfrutar o  trabalho,  e, já deste momento,  vão querer saber qual será o próximo vídeo ….

Peço desculpa para (eventuais) erros no Português, mas estou treinando-me igualmente…..

Obrigado pela atenção!

Antonio Bozza (Istrutor de Arbitragem)